Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

1000 a.C (930 a 840)

 

 

Ano 930 a.C. - Morte súbita de Salomão.

 

Ano 926 a.C. - A morte e o fim do reinado de Salomão, provoca a divisão da monarquia Israelita e com ele baixa à sepultura a ilusão de Israel vir a ser uma grande potência. E baixa para sempre! A partir do momento em que Salomão fecha os olhos, acende-se de novo a velha discórdia que destruiu o Grande Estado compreendido no território, Síria/Palestina, como inevitável consequência da dissensão. Dois reinos formam-se em seu lugar: o reino de Israel ao norte e o reino de Judá ao sul.

 

Apesar disto, a última vontade de Salomão é cumprida; Roboão, seu filho, senta-se, ainda que por pouco tempo, no trono de Jerusalém como soberano de todas as tribos, porque Jeroboão, emigrante, regressa precipitadamente do Egipto, e faz-se coroar rei, convertendo-se no soberano da região do Norte, de Israel. Roboão conserva o resto, a parte meridional com a sua capital que é Jerusalém. As contínuas desavenças entre as tribos precipítam o fim do Grande Reino acabando numa guerra civil e 10 tribos do Norte separam-se. Entre Judá e Israel não à paz. Em disputas intermináveis corre o sangue do mesmo povo. A fronteira está sempre em luta, numa guerra contínua entre Roboão e Jeroboão. Somente as tribos de Judá e Benjamin reconhecem Roboão como sucessor de Salomão. As outras dez aceitam como rei Jeroboão. Este acontecimento, conhecido como Cisma, leva à divisão da monarquia em dois reinos: o de Israel e o de Judá. O reino de Israel situa-se a norte, formado pelas dez tribos, com a capital em Samaria. O reino de Judá ao sul, constituído pelas duas tribos restantes, tem a capital em Jerusalém.

 

Ano 925 a.C. - Para os setentrionais, Salomão e sua linhagem são crescentemente vistos como destruidores espirituais, bem como opressores seculares. Daí, quando Salomão morre este ano, os setentrionais recusam seu sucessor, Roboão, uma coroação unida em Jerusalém, e insistem para que ele seja para o norte a Sechem para ser coroado rei deles. Os homens que haviam fugido para o exílio sob Salomão, tais como Jeroboão, regressam e exigem um governo constitucional e em particular, a supressão das levas de trabalho forçado e dos elevados tributos.

 

Ano 923 a.C. - O faraó do Egipto, Scheschonk I, (Sesac) ataca a Palestina, no quinto ano do rei Jeroboão.

 

Ano 920 a.C. - O Faraó Sheshonk I, invade a Palestina e saqueia Jerusalém.

 

Ano 880 a.C. - Na Babilónia, Salmanazar II, foi representado nos templos por admiráveis esculturas, acompanhados por homens com asas.

 

 

Ano 860 a.C. - Assurbanipal III, na Babilónia, assim como Salamanzar, é representado nos templos por admiráveis esculturas, acompanhado por homens com asas.

 

Ano 854 a.C. - Salmanasar III, rei da Assíria, de entre os adversários que combateram na batalha de Qarqar, menciona Ahabbi Sri’lai, (Achab) rei de Israel.

 

Batalha de Qarqar, onde Salmanasar III, em marcha para o sul, enfrenta uma coligação chefiada por Bir-Idri (Ben Hadad II) de Damasco e que reune doze reis, entre os quais os príncipes fenícios e Ahabbu Sirlai, ou seja Achab de Israel. Este último, dispõe de 10 000 soldados e 2 000 carros de guerra.

 

Ano 850 a.C. - O profeta Eliseu fala com “Deus” e é transportado por um turbilhão de vento.

 

Ano 849 a.C. - O homónimo de Joram, filho e sucessor de Josaphat, o Joram, rei de Israel, mantem em relação aos Arameus, a política de Achab, seu pai. Como aliado ou como vassalo toma parte das campanhas que Benhadad II realiza este ano contra Salmanasar III.

Penso: sei lá!

PublicadoPor lazulli às 21:22
LinkDoPost | Acrescente/Rectifique | AdicionarAosFavoritos

*UmaPequenaHistória


* Lazulli

* Adicionar

. 6 seguidores

*Procurar

 

*Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

*DadosRecentes

* Do ano 303 ao ano 395 d.c...

* Do ano 69 ao ano 97 (1000...

* Do ano 61 dC ao ano 68 dC...

* Ano 2 d.C (1000 anos de h...

* 1000 a.C (45 a.C a 38 a.C...

* 1000 anos a.C. (70 a.c. ...

* 1000 a.C (87 a.c. a 80 a....

* 1000 a.C (92 a.c. a 88 a....

* 1000 a.C. (134 a 122)

* 1000 a.C. (144 a.c. a 136...

*Arquivos

* Março 2016

* Fevereiro 2010

* Outubro 2009

* Julho 2009

* Fevereiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Julho 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

*tags

* todas as tags

*AcrescentosHistóricos

ANO 147 a.C. ANO 153 a.C.

*PartilharConhecimento

* PartilheConhecimento

*Bibliografias

Os Lusitanos - No contexto Peninsular História de Roma Estrabão, III, 3,7 Polibio, XXXIV

*Mapa do nosso mundo


Visitor Map
Create your own visitor map!

*estudiosos

*Traduzir o blog

*Terra


contador gratis

*visitas

contadores
contadores

*apesar do conteudo histório ser de outros autores este blog não deve ser plagiado

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.

*Eis... a História interminável... dos homens!... e Guerreiros destemidos! Faltam-nos hoje, para mudarmos o Mundo para melhor